Lar da Redenção
Sua ajuda é especial! Saiba como ajudar!
Já viu nosso cofrinho? Saiba mais!

Quem somos?

Desde 1982, quando foi fundado, o LAR DA REDENÇÃO objetiva dar amor, atenção e cuidados às crianças especiais, portadoras de deficiências físicas, mentais, severas e irreversíveis, oriundas de famílias sem recursos.

Em 1986, o LAR DA REDENÇÃO adquiriu e iniciou a construção da sua sede própria no bairro da Mooca. Até então, funcionou no bairro de Jardim América, em local emprestado.

Um grupo de abnegados cidadãos, conscientes da importância da solidariedade e da dignidade humana vem permitindo a continuidade dos trabalhos.

Sua ajuda é especial, porque suas doações mensais, seu trabalho voluntário, tem mantido as atividades do dia a dia e permitido promover diversos eventos, tais como bazares, rifas, festas típicas, gerando os recursos necessários.

Pontos fortes do LAR DA REDENÇÃO:

  • Estrutura familiar;
  • Idealismo e empenho;
  • Ausência da ânsia de poder;
  • Diretoria aberta a novas propostas;
  • Integração entre profissionais e voluntários;
  • Convivência mútua de diferentes níveis sociais.

Missão

Oferecer moradia e tratamento adequado a crianças especiais portadoras de deficiência física mental e múltipla, em condição de abandono e maus tratos, desenvolvendo ao máximo suas potencialidades enquanto houver prognostico reabilitacional. Promover a intervenção precoce para quando possível, facilitar sua autonomia e inclusão social.

Visão

Ser uma instituição voltada ao aprimoramento constante da qualidade técnica, humana e organizacional, visando o bem estar do portador de necessidades especiais e promovendo o seu desenvolvimento como cidadão.

Valores

  • Respeito às necessidades individuais do portador de necessidades especiais;
  • Acreditar que o portador de necessidades especiais pode ser uma oportunidade de aprendizado para o nosso crescimento como seres humanos;
  • Acreditar que todo ser humano é capaz independente de suas limitações;
  • Integração entre profissionais e voluntários.

Premissas para Internação

Carência de recursos da família, situação de abandono e maus tratos. A idade para admissão é de até 6 anos, e para a permanência, até 18 anos.